Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
YouTube
Instagram
Neojobertia alboaurantiaca,

Novas espécies de plantas são descobertas por pesquisadora da Regional Jataí

Pesquisa com a flora do Sudoeste Goiano encontra duas espécies desconhecidas 

Em pesquisa com a flora do Sudoeste Goiano, o grupo de estudos da professora Luzia Francisca de Souza encontrou duas novas espécies até então desconhecidas da ciência. Uma chama-se Baccharis, parente da conhecida carqueja dos quintais, encontrada em Covoais. De acordo com a pesquisadora, os Covoais são áreas úmidas, ou seja, Áreas de Proteção Permanentes (APPs) e estão em grande parte sendo manejados e até drenados ilegalmente. A professora Luzia alerta para o fato de que essas APPs do Planalto Brasileiro, denominadas localmente de Covoais, são ambientes únicos no planeta, apresentam fauna e flora desconhecidas e já ameaçadas, em consequência da ocupação descontrolada e indevida desses habitats.

A outra espécie nova trata-se de Neojobertia alboaurantiaca, coletada pela primeira vez em 2005, em Serranópolis (RPPN Pousada das Araras); outras coletas se deram em Jataí, Chapadão do Céu e Mineiros. Trata-se de uma rara e belíssima espécie de cipó, parente dos ipês, que já nasceu ameaçada de extinção em consequência da destruição do seu habitat, no domínio do Cerrado. Os materiais encontram-se depositados no Herbário Jataiense da UFG – Regional Jataí e no Herbário da Universidade de Brasília (UNB), para estudos.

 

     Neojobertia alboaurantiaca,

Exemplar da Neojobertia alboaurantiaca

Fonte : Herbário Jataiense

Categorias : notícias

Listar Todas Voltar