Weby shortcut
YouTube
Instagram
Inglês
Evento DST comunidade surda de Jataí

Projeto de extensão realiza evento sobre doenças sexualmente transmissíveis para comunidade surda de Jataí

O surdo nasce em família de pais ouvintes que não tem nenhum conhecimento da língua de sinais, dessa forma infelizmente são privados de informação devido essa falta de comunicação que existe na sociedade e na família. Portanto, com objetivo de minimizar essa falta de informações, foi realizado neste último dia 29 de junho, das 13:30 as 20h, no miniauditório do Instituto Federal de Educação de Goiás - Câmpus Jataí - Unidade Flamboyant um evento de extensão intitulado “Uma abordagem acerca das doenças sexualmente transmissíveis para comunidade surda de Jataí”.

 

Este projeto foi coordenado pelos professores de Libras Kamilla Fonseca Lemes e Thábio de Almeida Silva, do IFG/Jataí e da UFG/Jataí, respectivamente. A ação contou com a participação da professora e enfermeira vinculada a Secretaria Municipal de Saúde de Jataí, Andréia de Cássia Silva Machado, no qual é fluente em Libras e abordou todo o tema em língua de sinais, além de utilizar uma metodologia visual, favorecendo assim, a compreensão e o debate dos participantes surdos.

 

    Kamilla Fonseca Lemes   Andréia de Cássia Silva Machado
Profa. Kamilla Fonseca Lemes (esq) e Profa. Andréia de Cássia Silva Machado (dir)

 

Foram abordados os seguintes temas: doenças que causam úlceras genitais - sífilis, cancro mole, linfogranuloma venéreo e herpes genital; doenças que provocam corrimento vaginal - candidíase vaginal, tricomoníase, vaginose bacteriana e cervicite gonocócica e não gonocócica; doenças que provocam corrimento uretral - uretrite gonocócica e não gonocócica; doenças que provocam verrugas genitais e ou anais - condiloma acuminado; como evitar essas doenças sexualmente transmissíveis; além de, métodos contraceptivos.

 

Ao final, foi ofertado testes rápidos aos participantes que tiveram interesse, no qual 24 participantes interessaram em realizar os exames e receberam o resultado em poucos minutos.  Os testes foram: Hepatite B e C, Sífilis e HIV. É importante frisar que durante a fala da enfermeira Andréia, os participantes puderam esclarecer suas dúvidas com perguntas e respostas diretamente em língua de sinais, sem a intermediação de um profissional intérprete de Libras. Também ao final, foi separado um momento de forma individual e privada, para esclarecimentos de dúvidas mais específicas, juntamente com a enfermeira Andréia.

 

O evento contou com a participação de 26 integrantes da comunidade surda de Jataí, ao qual é importante ressaltar a aceitação por parte dessa comunidade, que solicitaram mais eventos como esse, para que seja minimizada as barreiras comunicativas e possibilite assim, o acesso ao conhecimento por meio da Libras.

 

Evento DST comunidade surda de Jataí 1

Participantes do evento

 

Categorias: notícias